COLUNA PASTORAL

A Bíblia do pessoal “gospel” é diferente?

A propósito das reflexões que se fazem neste mês de novembro a respeito da música e da adoração, achei oportuno compartilhar com os leitores algo que vem me incomodando bastante. Nas igrejas onde tenho ido (não na minha, felizmente), ouço cantar certas coisas que é duro de engolir. Trata-se versões muito particulares de episódios bíblicos, popularizadas em cânticos ditos “gospel”, que violentam o texto bíblico.

Um colega e amigo falou-me da música “Cinco pães e dois peixinhos”, e comentou que uma parte da letra especula sobre o texto bíblico correspondente, imaginando detalhes que não estão lá. Busquei a letra no Google e o que encontrei foi pior ainda, pois existe na mesma a insinuação de que seu autor conhece uma versão do texto que nós não conhecemos (parece que Deus só a revelou a ele). Diz o autor: “Nem sempre se sabe detalhes de um milagre, mas eu vou contar a história…”. E aí passa a fantasiar uma cena em que o menino diz à mãe que o Mestre o está chamando para ajudá-lo a alimentar uma multidão, e por isso ele preparou os cinco pães e os dois peixinhos.
Os registros dessa passagem nos evangelhos sinóticos (Mateus, Marcos e Lucas) dizem que foram os discípulos que informaram a Jesus sobre os cinco pães e dois peixinhos. O evangelho de João detalha um pouco mais, e diz que foi André quem mencionou o menino que os tinha. Não há nenhuma evidência no texto de que o menino tivesse ido ao local deliberadamente para oferecer sua merenda a Jesus, ao contrário, o que se percebe é que a iniciativa de falar a Jesus sobre os alimentos foi de André, e não dele. Por outro lado, na cultura da época naquela região, uma criança muito provavelmente não teria acesso fácil a esse tipo de alimentação, principalmente numa família pobre. Por isso, é mais fácil concluir que teria sido a mãe que preparara a merenda, não fazendo sentido, assim, o diálogo entre mãe e filho.
Essa é uma tendência generalizada entre o pessoal da chamada música “gospel”: a falta de escrúpulos no uso da Palavra de Deus para atingir seus fins, o que, por sinal, se vê também nos pregadores neo-pentecostais (ou “neo” qualquer coisa), auto-portadores de “uma nova revelação”. A música “Entra na minha casa” já havia invertido o registro bíblico, por afirmar que foi Zaqueu quem pediu a Jesus para entrar em sua casa. Agora mais recentemente a música “Ressuscita-me”, usando a passagem da ressurreição de Lázaro, pede que Jesus remova a pedra da vida do autor. Ora, a passagem diz claramente que Jesus ordenou a alguns dos presentes que removessem a pedra da entrada da sepultura, mas ele mesmo não tirou pedra nenhuma.
Mas, o que me causa horror nessa música, como também nas outras duas mencionadas acima, é o seu viés humanista, seu antropocentrismo, a violenta distorção do texto para dar-lhe uma roupagem de literatura barata de auto-ajuda. Note-se a coincidência de expressões como “faz um milagre em mim”, “preciso de um milagre”, “grande foi o milagre”, “mexe com a minha estrutura”, “ressuscita os meus sonhos”, etc. (Quem está copiando quem?).
As expressões chaves dessas passagens – solenemente ignoradas pelos autores das músicas – dizem que Jesus é o “pão da vida”, é “aquele que veio buscar e salvar o que se havia perdido”, é a “ressurreição e a vida”, o que implica em que o pão foi partido por nós na cruz, que o perdido só é salvo através da cruz, que a ressurreição e a vida do homem somente vêm pela morte e ressurreição de Jesus, e que tudo isto é apropriado somente por meio de arrependimento e fé, com base na graça soberana de Deus. Confrontada com o Pão da Vida, a multidão abandonou Jesus, pois preferia “o pão que perece”. Confrontado com Jesus, Zaqueu confessou seus pecados, arrependeu-se e foi perdoado. Ressuscitado por Jesus, Lázaro tornou-se um incômodo para os líderes judeus, que decidiram matá-lo também. Sua história não é uma “história de sucesso”; aliás, nem se ouve mais falar dele.
Mas isso não importa, ou não vem ao caso, porque precisamente o caso é produzir música que “venda”. E para vender não pode dizer que o consumidor é um pecador, um miserável espiritual, que precisa ter a sua vida radicalmente transformada e obedecer a Deus de um modo irrestrito. São questões muito “pesadas”, exigem um envolvimento muito sério com Deus; então, deixemos isso de lado. Vende mais se retratarmos Deus como uma espécie de “garçom”, pronto a servir as bênçãos mais deliciosas, sem pagarmos nada; é só pedir. Ou melhor, é só comprar o disco.

Pr. Sylvio Macri

Pastor da IB Central de Oswaldo Cruz-RJ

Colunista deste Portal
 sylmacri@gmail.com

FONTE: http://www.redecelebra.com.br/boletim.php?id=268

                                                                      

 Por Marilza Bonifácio 

                                                                       Fé e justiça sempre

__________________________________________

se você quer vêr os Artigos anteriores Clique Aqui

   _                                                          _ 

15 Comentários

  1. Olá PJteiros,

    Parabéns meus queridos pela iniciativa deste blog. Ele será de extrema ajuda para os nossos encontros e demais atividades que desenvolvemos a nível Diocesano, lembrando sempre que a música toca nossa alma de forma tão intensa que sentimos Deus ainda mais perto de nós.
    Quem canta reza duas vezes.

    Kiara Graciani
    PJ Diocese Patos de Minas

  2. Como disse a Kiara amei esse blog !!! Muito legal, vai ajudar muito nas nossos encontros !!!

    Thiago Emanuel
    PJ Diocese de Patos de Minas

  3. Quero parabenizar ao meu amigo irmão Cesar pela brilhante iniciativa, de usar os meios de comunicação para divilgar os trabalhos da Pastoral da Juventude, com bem tem feito ele ao criar os cds das músicas do Na Trilha dos grups de Jovens, o DVD de dados que aqui recomendo a todos parabenizo tabém a Marilza por usar de sua critividade em escrever sobre as músicas pastorais, sendo esta uma forma de manifestar nossa identidade PJoteira.

  4. Meu nome é Eduardo tenho quase 19 anos , ja tentei montar grupo de jovens varias vezes mais não vai pra frente porque deixam tudo pra mim fazer, eu do espaço as vezes até peço que os participantes montam encontros eles falam que vão ajudar mais nunca ajudam, minha dificuldade maior é montar equípe.

  5. Uma Duvida interessante o que falar para os malas da Renovação Carismatica quando eles questionam da gente usar musicas populares e falam que não pode isso aquilo o que falar pra essas mala sem alça?????????

    • A pergunta é boa Eduardo, olha esta diferença tão clara(para nós) entre a forma de se viver a fé deve ser confrontada muitas das vezes com a vivência, é preciso experimentar da beleza da pastoral da juventude e de suas músicas em geral para saber o que é , e o que representa…portanto não se preocupe em responder, seja apenas referência para os jovens que tem uma mente aberta,a música popular nada mais é a voz do povo, o retrato de seu rosto, suas espectativas, seus sonhos.

  6. Olá a todos PJoteiros e PJoteiras!! Quero aqui dizer que este site é muuuuuiiiitooooo bom e me ajudou muito, principalmente em colocar o caminho para conseguirmos músicas que estão nos livros da coleção Na Trilha dos Grupos de Jovens. Sou coordenador paroquial da PJ na Paróquia Senhor do Bonfim, Diocese de Campo Grande/MS, e estamos buscando formar uma verdadeira pastoral em nossos grupos. Fico muito feliz cada vez que encontro materiais sobre nossa identidade.
    Que Deus abençoe seus idealizadores!!
    Um grande abraço a todos.

    Carlos
    Campo Grande/MS

  7. Olá a todos!
    Está maravilhoso o blog, na minha opinião não falta nada. É bom termos uma opção a mão. É o que a CAJU é pa a PJ, uma das melhores opções, em, materias para se trabalhar com os jovens.
    Estou em Volta Redonda (diocese de Barra do Piraí) mais sou filha da Arquidiocese de Mariana e as vezes me sinto distante dos meus amigos pjoteiros de minas. Como nós em minas sempre usamos os materias da CAJU, esse blog é como se me… parece que estou mais perto dos pjoteiros dos meus amigos mineiros.
    AXÉ para todos!

  8. volto a deixar meu msn gostaria sinceramente de ter algum pjoteiro para trocar experiencias tenho 2 anos ai fazendo cursos e sei muitas dinamicas. to montando um materia com dinamicas uteis( apenas dinamica boa nada de dinamica infantil) temos hoje em dia jovens mais exigentes e ir com coisinha boba eles vão rir da nossa cara não queremos isso por isso essa é a hora de unirmos esforços e conhecimentos não da pra gente se comodar pq a PJ ta se acabando não faltam jovens a serem evangelizados ta dificil montar grupo por causa de ter que meter a cara sem ter conhecimento do que fazemos tem muita gente que nem sonha com o que é PJ temos um trabalho dificil mais se nos unirmos alcançaremos bons resultados não quero ser que nem alguns de nossos colegas que abandonaram a PJ pq a RCC tava fazendo sucesso e eles tinha necessidade de aparecer nunca precisei de aparecer nunca precisarei disso meu msn: eduardofigurinha@hotmail.com atualmente sou vice coordenador Foranico pretendo ser util e estou a serviço de todos pjoteiros ou os que sonham em montar grupos mais não sabem o que fazer por favor me adcionem……

  9. Olá ! Sou Seminarista Alexsandro, resido em Salvador-BA

    A princípio quero parabenizar pela criação desta página na internet.Certamente é uns dos meios de comunicação mais acessível do mundo. E como é bom desfrutar desse meio para fazer e promover o bem em comum. Sempre trabalhei com a juventude e percebo que os jovens, só precisa de espaço para terem bom exeto: na igreja na comunidade, enfim , na sociedade.

  10. Gostaria de parabenizar os responsáveis pelo site! Ele é fantástico, eu estava montando umas capas de Cds para a coleção na “trilha do grupo de jovens” e de repente eu acho tudo pronto!! Que Deus abençõe essas mãos que trabalham em prol da evangelização da juventude!! Sou frequentador assíduo do site agora!! Valeu pessoal, Axé!!

  11. Olá Galera da Pj!!!
    Eu também sou Pjteiro e tenho uma caminhada de 10 anos (Diocese de Floresta – PE), e este blog me ajudou imensamente, como forma de tentar resgatat algumas músicas que estão sendo perdidas. Vcs estão de parabéns!!!

  12. Eu tô achando esse blog muito sensacional. Vai contribuir e muito a nossa formação.

  13. Gloria a Deus por essa mensagem, concordo e acho tb que o povo ta precisando medidadr mais na pavra ao inves de pegar tudo mastigadinho! QUe a paz do senhor seja com vcs.


Comments RSS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • junho 2017
    S T Q Q S S D
    « jun    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930  
  • Fan Page

  • CLICK

    • 220,090 acessos
  • Map